PREFEITURA SANEAMENTO

De Pablo Rodrigo para Itamar Perenha: “Ele (Mauro Mendes) me deu 3 tapas e depois + 3. Ele bateu muito forte”

De Pablo Rodrigo para Itamar Perenha: “Ele (Mauro Mendes) me deu 3 tapas e depois 3 três. Ele bateu muito forte”

Por Enock Cavalcanti

 

Por conta da agressão contra o jornalista Pablo Rodrigo praticada pelo governador Mauro Mendes, o empresário Dorileo Leal teria feito telefonema irritado ao governador, conforme informou Dorileo ao prefeito Emanuel Pinheiro. Mas ficou nisso.

Até agora a própria A Gazeta não registrou a violência, ficando a denúncia restrita à postagem matutina do site Boa Midia, do veterano jornalista Eduardo Gomes Andrade, que viralizou nas redes sociais.

Há informações de que alguns outros sites proibIram seus repórteres de registrarem a ocorrência.

Conversando com o presidente do Sindicato dos Jornalistas, jornalista Itamar Perenha, o agredido, jornalista Pablo Rodrigo relatou o seguinte:

“Oi, Itamar, tudo bem? Esse negócio de registrar BO não vou registrar, é uma questão de foro pessoal… Mas assim deixa eu te contar o que aconteceu, cara. Realmente ele tentou me intimidar e de certa maneira é uma agressão,né?, o que ele fez. Eu fui perguntar pra ele porque ele se tornou réu na ação e ele me deu três tapas no peito…Não tem esse cumprimento de homem..ó, como cê tá?!… Só que ele bateu muito forte, muito forte. Tanto é que no audio, me mostraram agora, na gravação da coletiva, dá de ouvir o tapa que ele me deu…buff, buff, buff… ele me deu três tapas…e eu fui perguntar de novo, ele atacou de novo o veículo em que eu trabalho e dando mais três tapas…e no final quando fui perguntar pra ele se ele foi notificado, ele tipo…eu tô com celular na mão, quando você está entrevistando alguém…colocando assim na frente, ele pegou e meio que empurrou pra baixo pra tirar o celular assim da direção dele, do rosto…Foi isso que aconteceu, cara. Eu não registrei boletim de ocorrência e como eu estou trabalhando agora, eu nem…não pretendo registrar esse BO mas é lamentável né, mais um episódio da imprensa, é lamentável… voce vê o desequilibrio que a pergunta deu no governador. Isso é obvio, porque ele nunca… já entrevistei ele desde que ele era prefeito, desde 2012/2013 e ele nunca triscou em mim, pegando em meu ombro pra responder e aí ele veio dar esse tapa de maneira mais enérgica no meu peito…é uma tentativa de intimidação mas bola pra frente. Obrigado por entrar em contato, mestre.”

 

Enock Cavalcanti, jornalista, é editor da PAGINA DO E

 

 

ENTENDA O CASO. LEIA O QUE EDUARDO GOMES PUBLICOU NO BOA MÍDIA: http://www.boamidia.com.br/106935-2/

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

um × um =