PREFEITURA SANEAMENTO

Sindicalista GILMAR BRUNETTO garante que crédito suplementar de R$ 30 milhões pagos pelo governador Silval Barbosa (PMDB) à Assembleia dominada por Geraldo Riva (PSD) é uma “sacanagem” para com o povo de Mato Grosso, que não conta com políticas públicas nas áreas de Saúde, Educação e Segurança Pública e, mais particularmente, contra os servidores, que não tem as mínimas condições de trabalho em praticamente todas as repartições do Estado. Dinheiro pode estar indo para o Caixa 2, alerta o Gauchinho

Gilmar Brunetto, o Gauchinho, é extensionista rural, sindicalista e presidente do Sinterp - sindicato dos trabalhadores da Empaer, em Mato Grosso

Gilmar Brunetto, o Gauchinho, é extensionista rural, sindicalista e presidente do Sinterp – sindicato dos trabalhadores da Empaer, em Mato Grosso

Crédito suplementar de R$ 30 milhões para Assembleia revolta sindicalista

“Uma sacanagem”. É dessa forma que o sindicalista Gilmar Brunetto, o Gauchinho, presidente do Sinterp, sindicato que congrega os trabalhadores da Empaer em Mato Grosso, recebeu a notícia de que o governador Silval Barbosa (PMDB), autorizou, através de decreto publicado no Diário Oficial no dia 4 de agosto de 2014, mais repasse extraordinário de recursos, da ordem de R$ 30 milhões de reais, para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Repasse que acontece em um momento em que a maioria dos repartições do Estado, bem como a Empaer, se encontram em situação de completo sucateamento.

– Isso acontece no momento em que a Empaer não dispõe de nenhum recurso da Fonte 100 para dar condições a nossos colegas extensionistas de atenderem à agricultura familiar. Isso é um desrespeito àqueles cidadãos de Mato Grosso que precisam de atendimento de saúde, de segurança pública e para agricultura familiar.

Para o sindicalista, um repasse de um montante de dinheiro tão expressivo para os deputados estaduais traduz “um privilégio inaceitável” e levanta a especulação de que seria dinheiro para o Caixa 2 da campanha de determinados políticos.

Confira, no destaque, decreto autorizativo do repasse assinado pela cúpula do atual governo e, no vídeo, a íntegra das declarações do Gauchinho.

Crédito Suplementar para Assembleia Legislativa 4ago2014 by SinterpSindicato

FONTE SINTERP MT

———————-

 VEJAM A OPORTUNA REAÇÃO DO MÍDIA NEWS

 

De arrepiar…

Assembléia receberá R$ 30 milhões a mais

DA REDAÇÃO (MIDIA NEWS)

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso vai receber R$ 30,3 milhões a mais do Executivo, por excesso de arrecadação. Do total, R$ 11 milhões serão aplicados na “ampliação e reforma física do Palácio Dante Martins de Oliveira”; R$ 10,3 milhões com a “manutenção de serviços administrativos gerais”; e R$ 8 milhões com a remuneração de pessoal e encargos sociais”.

Parte dos R$ 11 milhões serão gastos na construção de um estacionamento. Em um Estado em que faltam investimentos em vários setores essenciais, como saúde e infraestrutura, fatos como esse chegam a dar arrepios…

—————–

ORÇAMENTO

Governo destina quase R$ 40 milhões para Assembleia e Tribunal de Justiça

Além da AL, o Tribunal de Justiça e a Secretaria Estadual de Segurança Publica foram beneficiadas

PABLO RODRIGO, do HIPERNOTÍCIAS


O governador Silval Barbosa (PMDB) iniciou uma série de suplementação orçamentária aos Poderes e Secretarias de Estado nesta semana. Em apenas dois dias quase R$ 40 milhões foram repassados aos órgãos. Só para a Assembleia Legislativa (AL/MT), foram repassados R$ 30,3 milhões para custeio. O repasse foi publicado no Diário Oficial de Mato Grosso (DOE/MT) nesta última terça-feira (05).
Para o presidente da Assembleia Legislativa (AL/MT), o repasse será exclusivamente para custeio da Casa de Leis. “Todos os Poderes, quando a arrecadação ultrapassa o previsto no orçamento, recebem uma suplementação conforme a legislação prevê. Nós da Assembleia estamos recebendo estes R$ 30,3 milhões para custeio da casa. Temos uma obra importante que é o estacionamento subterrâneo e isso será importante para liberar o fluxo de carros estacionados no Centro Político Administrativo (CPA) e também servirá para a liquidação de alguns passivos referentes ao URV (Unidade Real de Valor) dos funcionários da casa que já começamos a pagar. Então essa suplementação vem para ajudar”, disse o parlamentar.

Marcos Lopes/HiperNotícias

Além da AL, o Tribunal de Justiça e a Secretaria Estadual de Segurança Publica foram beneficiadas

Romoaldo ainda disse que essas suplementações estão fazendo parte do debate da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO 215), para que isso possa ser minimizado no ano que vem. “Por isso estamos debatendo a LDO dentro de uma realidade maior de arrecadação. Por isso vamos apresentar um substitutivo que não subestima o Estado como o governo enviou. Para que não chegue ao final do ano, o Executivo ficar suplementando os poderes” analisou.

O crédito suplementar foi aberto em decorrência de excesso na arrecadação de impostos através de fundos como, por exemplo, o Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação).

Além da AL/MT, quem também recebeu no dia hoje (06) mais recursos, foram o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ/MT) com R$ 4,5 milhões e a Secretaria Estadual de Segurança Publica (SSP/MT) com R$ 3,2 milhões.

Categorias:Direito e Torto

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.201.97.217 - Responder

    Nenhuma ação concreta, nenhuma medida efetiva. Somente discurso fácil e vazio e sem nenhuma prova. Subjetivismo e achismo. Essa verborragia retira confiabilidade e desgasta a atividade sindical, inserindo determinados sindicalistas entre os falastrões e ilusionistas desse reino encantado do blá blá blá e da democracia do faz de conta.

  2. - IP 177.116.80.221 - Responder

    Qual a ação concreta Itagi?
    Por que você não faz essa ação concreta?
    Já que se coloca como jurista, prepare um petição que eu assino se você não tem essa coragem …

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dezoito − 12 =