CORRUPÇÃO EM SORRISO – Depois da Assembléia, liderada por Riva e alvo de denúncia do MP, agora é Câmara de Sorriso que expõe MT com cobrança de propina por vereadores para aprovar contas do prefeito Chicão Bedin. Ação dos achacadores foi gravada em video

Não bastasse o exemplo funesto da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, onde políticos como Geraldo Riva, Humberto Bosaipo e Gilmar Fabris acabaram se transformando em réus na Justiça,  acusados de participar de esquema que teria desviado cerca de 500 milhões de reais (em valores corrigidos) dos cofres do legislativo estadual, novo escandalo de corrupção apareceu, na virada de 2010 para 2011, envolvendo parlamentares de Mato Grosso.

De acordo com a denúncia, vereadores que integram a Câmara Municipal do municipio de Sorriso  estariam cobrando propinas – que atingiriam, em alguns casos, o montante escandaloso de 400 mil reais por cabeça – para aprovarem as contas do prefeito Chicão Bedin, que é do PMDB. A ação dos pretensos achacadores de Chicão Bedin foi gravada em video e já circula na internet, tendo ganhado destaque em rede regional e nacional da televisão, como você confere nos vídeos que esta PAGINA DO E divulga.

Mesmo com o parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE), os parlamentares reprovaram a prestação de contas de Chicão Bedin, referente a 2009, por 8 votos a 2, levando à inelegibilidade do prefeito pelo período de 8 anos. O promotor de Justiça Carlos Roberto Zarour diz que o inquérito foi instaurado em dezembro do ano passado e está investigando o caso. Somente após conclusão é que irá se pronunciar para informar quais medidas serão tomadas.


Com informações da Turma do Epa

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

9 + 9 =