gonçalves cordeiro

CONSELHEIRO LUIZ HENRIQUE: O melhor presente de Natal é um livro

Livros para o Natal

Luiz Henrique Lima

O melhor presente de Natal é um livro. Há livros para todas as idades, para todos os gostos, para todos os orçamentos.

O livro é um presente que dura. Não apenas durante o tempo de sua leitura, mas às vezes por toda a vida, quando a mensagem nele contida nos impacta, nos emociona, nos instrui e nos transforma. Nenhuma outra forma de expressão artística tem tamanho poder.

Conheço muitas vidas que foram transformadas, para melhor, com a leitura de livros. Eu mesmo, só me tornei o que hoje sou porque alguns livros influenciaram profundamente a minha formação.

Assim, se você, amigo leitor, está em dúvida sobre o presente/lembrança que irá ofertar a um familiar, amigo ou colega de trabalho, vá por mim: dê um livro!

Para as crianças, há uma infinidade de opções, de Monteiro Lobato a Harry Potter.

No segmento de autoajuda, Augusto Cury tem uma bela série denominada Análise da Inteligência do Cristo, em cinco pequenos volumes.

Para quem ama poesia, há ótimas coletâneas de diversos autores brasileiros e estrangeiros, bem como edições caprichadas de Drummond, Cora Coralina, Mário Quintana e Manoel de Barros.

Se o interesse é suspense ou mistério, os livros de Sherlock Holmes e Hercule Poirot são até hoje imbatíveis, embora não faltem autores contemporâneos com enredos de tirar o fôlego.

Para quem prefere não-ficção, as biografias são uma boa pedida, assim como reportagens ou análises de questões atuais. Recentemente, li livros sobre Nelson Mandela e Luther King, dois líderes fundamentais no século XX.

Também não faltam boas obras sobre episódios recentes como o impeachment e a Lava-Jato ou sobre eventos históricos como a Batalha de Waterloo ou a Segunda Guerra Mundial. Economia, política, física quântica, neurociência: em cada ramo do conhecimento, existem leituras instrutivas e apaixonantes.

Os apaixonados por esportes também podem ser contemplados: futebol, automobilismo, tênis, vela e xadrez. Tudo é assunto para bons livros.

Aos apreciadores da literatura regional, recomendo os recém-publicados vencedores do Prêmio Mato Grosso de Literatura. Além deles, o catálogo das editoras mato-grossenses Entrelinhas e Carlini e Caniato oferece um rico cardápio de nossos melhores autores.

Livros de arte e de fotografias sempre são bem recebidos. Pantanal Selvagem de Mike Bueno é belíssimo, assim como o Pantanal de José Medeiros. Já tive a oportunidade de presentear amigos com ambos e sei que agradei muito.

Quanto à religiosidade, cada fé tem os seus best-sellers, e todas contam com mensagens de esclarecimento e elevação espiritual.

Não se pode esquecer a força dos clássicos. Shakespeare, Machado de Assis, Dickens, Hugo, Guimarães Rosa, Eça de Queiroz e Neruda são imortais na beleza e na força de suas criações.

Dos mais contemporâneos, Gabriel Garcia Marques, José Saramago e Mia Couto nos proporcionam momentos deliciosos e personagens inesquecíveis.

O espaço chega ao fim e ainda não cheguei a um quinto dos autores e livros que mereciam ser citados, lembrados e presenteados neste Natal.

“Para tão longo amor, tão curta a vida”, disse Camões.

Curta demais, também, para tantos livros que gostaríamos de ler. Feliz Natal e boas leituras!

LUIZ HENRIQUE LIMA é conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT).

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

20 − seis =