gonçalves cordeiro

Igreja Católica se levanta contra o golpe

bispos da cnbb contra impeachment contra presidenta dilmaCBJP divulga nota sobre sobre a decisão de acolhida de pedido de impeachment contra a presidente Dilma

Nesta quarta-feira, 3, a Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP) divulgou nota “Para onde caminha o Brasil?”, sobre a decisão de acolhida de pedido sobre a decisão de acolhida de pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Confira, abaixo, a íntegra do texto:

Para onde caminha o Brasil?

A Comissão Brasileira Justiça e Paz, organismo da CNBB, no ensejo da ameaça de impeachment que paira sobre o mandato da Presidente Dilma Rousseff, manifesta imensa apreensão ante a atitude do Presidente da Câmara dos Deputados.

A ação carece de subsídios que regulem a matéria, conduzindo a sociedade ao entendimento de que há no contexto motivação de ordem estritamente embasada no exercício da política voltada para interesses contrários ao bem comum.

O País vive momentos difíceis na economia, na política e na ética, cabendo a cada um dos poderes da República o cumprimento dos preceitos republicanos.

A ordem constitucional democrática brasileira construiu solidez suficiente para não se deixar abalar por aventuras políticas que dividem ainda mais o País.

No caso presente, o comando do legislativo apropria-se da prerrogativa legal de modo inadequado. Indaga-se: que autoridade moral fundamenta uma decisão capaz de agravar a situação nacional com consequências imprevisíveis para a vida do povo? Além do mais, o impedimento de um Presidente da República ameaça ditames democráticos, conquistados a duras penas.

Auguramos que a prudência e o bem do País ultrapassem interesses espúrios.

Reiteramos o desejo de que este delicado momento não prejudique o futuro do Brasil.

É preciso caminhar no sentido da união nacional, sem quaisquer partidarismos, a fim de que possamos construir um desenvolvimento justo e sustentável.

O espírito do Natal conclama entendimento e paz.


Carlos Alves Moura

Secretário Executivo

Comissão Brasileira Justiça e Paz

3 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    Realmente, Enock, a que ponto chegamos! Toda uma nação sofrendo diante da fraca economia e do caos político, alimentado por pessoas que tem investido no “quanto pior, melhor”. Precisamos agir.

  2. - Responder

    Cunha se reunião com Gilmar Mendes para tratar do impedimento da presidente. e ele foi selecionado para relatar o processo proposto por deputado do PT. Ele deveria ser excluído da lista a priori. Cade a exceção de suspeição contra o rei de Diamantino?

    • - Responder

      ADemar, você está contra o povo e defendendo o governo corruPTo.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 − dois =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.