CHAPADA DOS GUIMARÃES vive momentos de medo e violência

Chapada dos Guimarães (Foto: Drone Cuiabá)

Moradores do município de Chapada dos Guimarães, há 60 km da capital, vivem uma situação de medo com o aumento progressivo da violência na cidade. Chapada, que é uma das cidades mais turísticas de Mato Grosso e que recebe cerca de cinco mil pessoas por final de semana, tem buscado soluções para sanar o problema em prol da população e dos turistas.

Em uma reunião realizada na última sexta-feira, dia 26, no Ministério Público da cidades, mais de cem pessoas, vítimas de atos criminosos, compareceram como forma de um grito de socorro ao poder público do Estado. Estiveram presentes o secretário de Estado de Segurança Pública Gustavo Garcia, o Diretor Geral da Polícia Civil do Estado de Mato Grosso Fernando Pigozzi, a prefeita Thelma de Oliveira, o Comandante da Polícia Militar em Chapada dos Guimarães Major Magalhães, o Comandante Geral da Polícia Militar em Mato Grosso Marcos Vieira da Cunha, o promotor de justiça Leandro Volochko e o vereador e presidente da Câmara Edmilson de Freitas Filho, o Bozó.

Os moradores cobram do poder judiciário mais rigor na aplicação das penas dos criminosos. De acordo com a população presente na reunião, a maioria dos casos de furtos que acontecem no município são praticados pelos mesmos indivíduos, que acabam presos, mas logo são soltos.

A população criou um grupo no whatsapp denominado “Amigos da Cidade Melhor” onde compartilham dicas de segurança e pedidos de socorro. Este grupo reivindicou durante a reunião a lotação de um segundo delegado para atuar na cidade como delegado adjunto, além da lotação de quatro investigadores e um escrivão para viabilizar o funcionamento de uma divisão específica dentro da unidade para a apuração de crimes patrimoniais.

Eles reivindicam ainda a substituição da viatura descaracterizada, que já possui mais de cinco anos de serviços prestados, o fornecimento de cartão de abastecimento para uso em veículo acautelado pelo Poder Judiciário, uma impressora multifuncional, dois ar-condicionado e dois armários de aço com chave. O investimento em políticas públicas voltadas para a prevenção de entrada jovens e crianças no mundo da criminalidade também foi discutida entre os moradores.

 

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco × três =