CHAMADA GERAL: Maksuês Leite, Cido e Emanuel são réus

Juiza recebe denúncia contra Maksues Leite, João Emanuel, Cido Alves e outros by Enock Cavalcanti

MPE denuncia João Emanuel, Maksuês Leite et alli por fraude na Câmara de Cuiabá by Enock Cavalcanti

Na "chamada geral" do Poder Judiciário, o ex-vereador João Emanuel (PSD), o ex-diretor da Câmara Municipal de Cuiabá, Aparecido Alves, e o jornalista e apresentador da TV Cuiabá, Canal 47, Maksuês Leite, aparecem como denunciados por mais uma roubalheira objeto de ação do Ministério Público Estadual, através do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco/MT)

Na “chamada geral” do Poder Judiciário, o ex-vereador João Emanuel (PSD), o ex-diretor da Câmara Municipal de Cuiabá, Aparecido Alves, e o jornalista e apresentador da TV Cuiabá, Canal 47, Maksuês Leite, aparecem como denunciados por mais uma roubalheira objeto de ação do Ministério Público Estadual, através do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco/MT)

OPERAÇÃO APRENDIZ
Maksuês e outros 5 viram réus em ação criminal de desvio de dinheiro
Gráfica Propel, em que o ex-deputado é sócio, recebeu R$ 1,5 milhão em 2013 para produzir material à Câmara de Vereadores comandada à época por João Emanuel, cassado recentemente

THIAGO ANDRADE , do Hipernotícias


O ex-deputado estadual e apresentador de TV Maksuês Leite e outras 5 pessoas já figuram como réus no processo criminal oriundo da Operação Aprendiz, desencadeada em novembro do ano passado pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). Uma das gráficas do ex-parlamentar recebeu durante o ano passado R$ 1,5 milhão da Câmara de Vereadores de Cuiabá.

Maksuês entrou com sua defesa na Justiça sobre as acusações. Conforme as investigações do Gaeco, a empresa Propel, de propriedade do ex-parlamentar, foi usada pelo então presidente do Legislativo Municipal, João Emanuel (PSD) para desviar recursos da Casa.

Marcos Lopes/HiperNotícias
João Emanuel foi cassado pela própria Câmar por desvio de dinheiro e uma das canalizações de recursos ia justamente para gráfica

Por conta das investigações e da abertura do processo, o social-democrata teve o seu mandato cassado na Câmara de Cuiabá, depois da abertura de investigação, através de uma Comissão Processante.

Além de Maksuês e João Emanuel, também figuram como réus no processo, o advogado Rodrigo Cyrineu, Renan Moreno, Aparecido Oliveira e o empresário Gleisy Ferreira de Souza, dono de 95% do capital da empresa Propel, usada para o esquema. Conforme as investigações, o ex-parlamentar seria sócio oculto na empresa gráfica.

Conforme a investigação, a suposta fraude teve início ainda no começo do ano legislativo, em 2013. Três dias após tomar posse como presidente da Câmara de Cuiabá, segundo o MPE, João Emanuel iniciou o processo de licitação fraudulenta com a gráfica Propel.

Os mais de R$ 1,5 milhão seriam investidos em cartilhas e outros produtos gráficos, que segundo o MP nunca foram produzidos.

Nas investigações o MP desconfiou da quantidade de material gráfico adquirido pelo Legislativo Municipal. Os promotores tiraram por base os gastos da Prefeitura de Cuiabá com gráficas. Conforme o MP a prefeitura gastou R$ 500 mil no mesmo período, ou seja, a Câmara gastou três vezes mais que o Executivo Municipal, fato que gerou desconfiança.

OUTRO LADO
Maksuês afirma que já apresentou sua defesa à Justiça. Porém, não quis dar mais detalhes sob a alegação de que o caso tramita em segredo de Justiça.

 

Selma Arruda, juíza titular, na Comarca de Cuiabá, da Vara Especializada Contra o Crime Organizado, os Crimes Contra a Ordem Tributária e Econômica e os Crimes Contra a Administração Pública

Selma Arruda, juíza titular, na Comarca de Cuiabá, da Vara Especializada Contra o Crime
Organizado, os Crimes Contra a Ordem
Tributária e Econômica e os Crimes Contra a
Administração Pública

 

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.193.132.241 - Responder

    não é surpresa ver o tal de maksues envolvido neste rolo

  2. - IP 152.253.120.97 - Responder

    este mak-su-ex se enterrou de vez. este e o resultado de quem se vende para os campos. eles cobram caro depois. belos aliados ele arrumou. ta frito

Deixe uma resposta para silvia maria    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 × 4 =