Censura prévia no governo de Maggi: secretário Éder Moraes bloqueia acesso ao blog de Adriana Vandoni

Secretaria de Fazenda bloqueia o Prosa e Política
Por Adriana Vandoni

 
 
Um leitor que não quis se identificar dizendo temer perseguição, denunciou que o acesso a este blog foi bloqueado na Secretaria Estadual de Fazenda.

Infelizmente esta não é a primeira reclamação de leitores. Isso vem ocorrendo em várias secretarias estaduais. Semanas atrás conversei com o diretor presidente do Cepromat – Centro de Processamento de Dados de MT, Luiz Fernando Caldart, e perguntei os motivos do site p&p não ser acessado de alguns órgãos públicos estaduais. Ele explicou que essa é uma decisão do gestor, do secretário. É ele quem decide a que os funcionários terão acesso ou não. Logo, no caso da SEFAZ, o bloqueio foi uma decisão do secretário Éder Moraes (foto).

Quem é Eder Moraes? Um ex-gerente de banco que cuidava de algumas contas das empresas de Maggi. Deixou o banco por questões até hoje nebulosas. Daí Maggi assumiu o governo e ele ocupou uns cargos até chegar a secretário estadual de fazenda, onde seu primeiro ato foi comprar uma TV de plasma 52 polegadas por 10 mil reais (leia aqui).

Éder se notabilizou por ser o maior puxa saco do governador, é hoje um aspirante a político, mas delimita o seu perfil frágil com esta atitude.

Censurar informação é uma das maneiras mais débeis de impor respeito. O secretário deveria saber que pessoa alguma pode comprometer sua história a não ser ele mesmo.

Lamentável! Mas isto não passa de uma censura barata de quem tem medo dos seus próprios atos.


Fonte Prosa e Política

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

doze − 8 =