CANÇÃO NOTURNA PARA MARIELLE FRANCO, da poeta cuiabana Luciene Carvalho

CANÇÃO NOTURNA PARA MARIELLE FRANCO
Por Luciene Carvalho

Que tiro foi esse???
Que tiro foi esse???
Perguntava alienado meu país
Que tiro foi esse???
Acaso querem que eu creia
Que fosse bala perdida
4 na mesma cabeça
Calando a voz e a vida?
Foi só mais uma morte
Em meio a tantas outras?
Ledo engano…
Essa negra, há 2 anos
Era voz de 46 mil votos
Eco de milhões de outros
Que tiro foi esse?!?!
Mordaça de esperanças.
Torniquete do futuro
Da moça
Que tinha transposto
O muro
Que tinha ousado trilhar
Uma estrada singular
O tiro atingiu a preta
A mulher e a menina
Atingiu a mãe e filha
O gay, @trans, a lesbiana
O motorista, o gari
O moleque da maré
Que tiro foi esse?????
Que espalhou mais que morte,
Acordou todo um país
Num movimento reverso,
Que conto
De um jeito FRANCO
Na pouca voz do meu verso,
Que tiro foi esse?!!
Que matando uma guerreira
Fez nascer uma Heroína

Luciene Carvalho

Luciene Carvalho, em foto de Luiz Marchetti

Categorias:Cidadania

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

3 + dez =