Taques garante ar-condicionado para escolas em Colniza

Pedro Taques, governador de Mato Grosso

Pedro Taques, governador de Mato Grosso

COLNIZA

Em 60 dias, salas de aula devem ganhar ar condicionado

Refrigeração de ambiente é uma das reivindicações da comunidade escolar de Colniza

DÉBORA SIQUEIRA/NOELMA OLIVEIRA
Assessoria

Colniza, MT – O governador Pedro Taques visitou a Escola Estadual Tarsila do Amaral, em Colniza (1050 km ao Noroeste) e garantiu de que em 60 dias as salas de aula devem ganhar ar condicionado. O transformador para suportar a demanda de energia elétrica para uso dos equipamentos deve ser instalado no prazo de dois meses.

A Escola Estadual atende 570 alunos do ensino fundamental. O conforto térmico proporcionado pelas salas de aulas refrigeradas deve resultar numa melhor aprendizagem dos alunos, que ficam incomodados com o calor.

Taques assistiu a uma apresentação cultural na quadra coberta da escola, junto com o prefeito da cidade, Assis Raupp, e depois se reuniu com os professores no laboratório de informática.

Ele comentou com os professores sobre as dificuldades nas finanças do Estado e de que o Reajuste Geral Anual (RGA) pago anualmente no mês de maio teve que ser dividido em duas parcelas porque, caso contrário, havia o risco dos 96 mil funcionários públicos ficarem com os salários atrasados a partir de setembro ou outubro, além do Estado ficar impedido de convocar 1,2 mil policiais no mês de agosto.

“O servidor público não será prejudicado. A primeira parcela foi paga no mês de maio e a segunda será em novembro. Os servidores vão receber o retroativo de maio a outubro no salário de janeiro. Todos os acordos com as categorias foram honrados e vamos pagar os acordos firmados com os professores até 2023. Vocês não terão prejuízo de nenhum centavo. Peço a compreensão de vocês, mas estávamos no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) na receita corrente líquida em 49%”.

Questionado pelos professores sobre a realização do concurso público para o setor, ele disse que ainda não está garantido que o certame seja realizado neste ano devido às dificuldades de se aumentar a receita do Estado. Uma das saídas é o repasse do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) que deve ser transferido para Mato Grosso no segundo semestre deste ano.

Investimentos

O Governo de Mato Grosso também está construindo uma quadra poliesportiva, com arquibancada, na Escola Estadual Vinicius de Moraes, num investimento de R$ 873,4 mil. Também está em fase de estudos o projeto de reforma da Escola Bernardino Gomes da Luz, a mais antiga da cidade. A rede estadual atende cerca de 10% da população do município.

De acordo com os dados do IBGE, a cidade tem 32.230 habitantes, dos quais 3.087 são estudantes da rede pública estadual.

Além de climatizar a Escola Tarsila do Amaral, a Seduc pretende contemplar ainda a Escola Maria Miranda de Araújo com os aparelhos de ar condicionado dentro das salas de aula.

Categorias:Beleza Pura

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 200.101.25.23 - Responder

    Neste Estado de Mato Grosso todos os palácios dos Poderes possuem ar condicionado há muitos anos. Os alunos das escolas públicas somente agora terão acesso, caso se cumpra a promessa de Dom Pedrito. Não é uma pouca vergonha?

  2. - IP 191.223.66.127 - Responder

    ESTE É OUTRO: NA CAMPANHA AFIRMOU QUE A PRIMEIRA PROVIDENCIA ERA INVESTIGAR E ATÉ MANDAR PRENDER SOBRE O FAMIGERADO CASO VLT. CADE? CRIOU O BANCO DOS BONS PAGADORES. OESTADO NÃO VAI ESTAR LÁ, VAI ESTAR NO DE MAUS PAGADORES. É A POLITICA DOS IMPROBOS. TO DE OLHO

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

seis + 5 =