gonçalves cordeiro

ARTE, PALAVRA E LEITURA NA 1ª INFÂNCIA – Seminário procura caminhos para intensificar humanização das crianças com uso da arte

Maria Emilia Lopes, Patrícia Pereira Leite, Beatriz Sanjuan e Stela Barbieri no Seminário. Foto Sofia Colucci



POR ENOCK CAVALCANTI
BLOGUE PAGINA DO E

Dias de chuva e calor na cidade de São Paulo. Apoiar os profissionais da Educação no desenvolvimento de conhecimentos e práticas que resultem na oferta de uma educação pública de qualidade, com foco no aprimoramento contínuo dos processos de ensino, gestão em rede e participação comunitária. É assim que a Comunidade Educativa Cedac apresenta a sua missão. E foi certamente dentro desse propósito que o Cedac se juntou ao Instituto Emília para realizar o Seminário Arte, Palavra e Leitura na 1ª Infância que está rolando desde a terça-feira, 13 e vai até a quinta-feira, 15, no Sesc Pinheiros, em São Paulo. Um Sesc lotada de educadores, a maioria mulheres, uma maioria esmagadora.

As conversas são sempre para realçar a importância da arte para a formação das crianças durante a primeira infância (zero a seis anos) e como os adultos (educadores e pais, mães, irmãos, avós e demais responsáveis) devem se preparar para apoiar esforço.

A estruturação do seminário está a cargo do Itaú Social, que investiu forte para trazer a São Paulo educadores de todo o Brasil, e do Sesc São Paulo. O encontro reúne especialistas nacionais e internacionais para discutir e refletir sobre o assunto. Entre os participantes estão os autores La), Sara Bertrand (Chile), Yolanda Reyes (Columbia), Marina Colassanti (Brasil), Rodrigo Lacerda (Brasil), Laura Teixeira (Brasil), Paloma Valdivia (Chile); e a ilustradora Issa Watanabe (Peru).

A programação se estrutura em oficinas com especialistas, na parte da manhã, e com mesas-redondas e apresentações de experiências, na parte da tarde. As mesas-redondas serão o espaço para trocas de pensamentos e práticas entre os especialistas em torno de temas desafiadores na área da leitura na primeira infância. Já as oficinas serão um espaço para discussão e vivência de práticas diretamente ligadas ao dia a dia dos promotores de leitura e daqueles que trabalham diretamente com a primeira infância.

Na tarde de terça-feira, pude acompanhar a conversa entre a educadora espanhola Beatriz Sanjuan, a diretora do Jardim Materno da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires Maria Emilia López e a escritora de livros infantis e contadora de histórias Stela Barbieri. A mediação ficou a cargo da psicóloga clínica e psicanalista Patrícia Pereira Leite. Conversaram sobre o tema “A voz, a palavra e o brincar na primeira infância”.

Ficou evidente que estas especialistas, sob o olhar atento de centenas de educadoras de todo o Pais, ainda tateiam na busca de composição de um panorama teórico e prático sobre o lugar da cultura na infância. Sim, as crianças parecem que tem muito a ensinar a nossos educadores e educadoras – e o tom ainda é de descoberta, com a enorme plateia tendo pouco tempo para interagir com as palestrantes. Depois da longa conversa entre as quatro mulheres que estavam no palco, apenas três outras mulheres tiveram tempo para expressar suas considerações a partir da plateia.

O seminário prossegue com as oficinas e os relatos de experiências que expressam as novas descobertas nos campos cognitivo e educacional, e buscam ampliar os subsídios teóricos e práticos nessa área. O próprio material de divulgação do encontro garante que esta é uma área em que a bibliografia em língua portuguesa ainda é escassa – e que avançar na codificação das experiências até aqui desenvolvidas pelo mundo a afora e apreende-las dentro da realidade brasileira, é uma forma de assegurar a ampliação da reflexão para uma formulação mais eficiente de políticas e estratégias que contribuam para transformar nossas crianças em futuros e entusiasmados leitores.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

cinco + catorze =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.