gonçalves cordeiro

Agência Nacional de Saúde Suplementar suspende comercialização de 150 planos de saúde no Brasil. Principais reclamações são sobre negativas de atendimento e descumprimento de prazos. Em Mato Grosso, a partir da próxima segunda, Unimed Cuiabá não pode mais vender seu Plano Unimed Premium Particular Enfermaria.

ANS suspende comercialização de 150 Planos de saúde by Enock Cavalcanti

plano saude suspensos pela ans

 

Governo suspende mais 150 planos de saúde

Principais reclamações são sobre negativas de atendimento e descumprimento de prazos
por Vitor Abdala, da Agência Brasil publicado
ELZA FIÚZA/ABR
andre longo ansSegundo André Longo, da ANS, suspensão vai até fevereiro de 2014

Rio de Janeiro – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu suspender a venda de 150 planos de saúde de 41 operadoras em todo o Brasil. A informação foi divulgada hoje (13), em entrevista coletiva de imprensa no Rio de Janeiro.

De acordo com a ANS, as operadoras descumpriram prazos máximos para marcação de consultas, exames e cirurgias, além de apresentarem problemas de cobertura como o rol de procedimentos, o período de carência, a rede de atendimento, o reembolso e os mecanismos de autorização para procedimentos. A suspensão ocorrerá a partir da próxima segunda-feira (18) e valerá até fevereiro de 2014.

Cerca de 4,1 milhões de consumidores são atendidos pelos 150 planos com venda suspensa. “Os beneficiários são protegidos e continuam sendo atendidos. O que a gente está fazendo é impedir que novos consumidores se somem a eles”, disse o diretor-presidente da ANS, André Longo.

Dos 150 planos, 68 já estavam suspensos por problemas em monitoramentos anteriores. Outros 178 planos que estavam suspensos resolveram seus problemas e poderão voltar a ser comercializados pelas suas operadoras.

De acordo com André Longo, as operadoras são analisadas de acordo com as reclamações dos consumidores. “A agência analisa tecnicamente a reclamação do consumidor. Só computamos as reclamações procedentes. E comparamos as operadoras. As principais reclamações são a negativa de cobertura, por diversos motivos e o descumprimento de prazos”, disse.

Segundo ele, o ideal é que o consumidor tente resolver seu problema diretamente com a operadora. Caso não consiga resolvê-lo, é possível entrar em contato com as centrais de atendimento da ANS:www.ans.gov.br ou 0800-701-9656.

 

Categorias:Nação brasileira

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

18 − três =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.