TCE - OUTUBRO

ADVOGADO RENATO NERY: Precisamos entender que as diferenças fazem parte da vida e do nosso cotidiano

Renato Nery

A INTOLERÂNCIA
Por Renato Gomes Nery

Intolerância é uma atitude mental caracterizada pela falta de habilidade ou vontade em reconhecer e respeitar diferenças em crenças e opiniões. A intolerância pode estar baseada no preconceito, podendo levar à discriminação.

Precisamos entender que as diferenças fazem parte da vida e do nosso cotidiano. Não devemos crucificar e nem condenar ninguém por agir ou pensar de forma diferente da nossa. Podemos discordar, mas não impedir a pluralidade de opiniões e ideias. Afinal, bem ou mal vivemos numa democracia. É livre a manifestação de pensamento, bem como é inviolável a liberdade de consciência e credo, como assegura a nossa Constituição.

Os preceitos acima são de ordem universal e constam do ordenamento jurídico de praticamente todas as nações. Entretanto, isto não impediu e nem impede a explosão da intolerância, com a discriminação pura e simples de minorias, e migrantes das mais diversas nacionalidades em grande parte do mundo.

Todo o esforço empreendido depois da Segunda Guerra por um mundo melhor está sendo posto em cheque. Haja vista, a inobservância de acordos pelo meio ambiente e a promessa de construção de muros. Sintomas de que a situação é grave.

Por aqui, a discriminação contra gays e a destruição de centros umbanda, as opiniões e a defesa de soluções radicais como pena de morte e o regime de exceção são reflexos de que fomos contaminados pelo vírus da intolerância. Daí para a barbárie é um passo.

É preciso lembrar que todos têm direito a vida, a liberdade e aos bens dispostos no mundo pelo Criador. E isto somente e possível sem discriminações de qualquer natureza e, com certeza, com a preservação dos valores republicanos e democráticos. Não podemos retornar às trevas. Se anda é para frente.

….. É preciso ter fé em Deus e na vida….Nada acabou… Como afirmou o poeta. Sem discriminação, sem magoas, sem ressentimentos e sem intolerância. Tenho me batido à exaustão nesta tecla, aqui nesta coluna, pois apesar de repetitivo, não vejo outro caminho e espero que não tenha sido em vão.

Renato Gomes Nery e advogado em Cuiaba. E-mail – rgnery@terra.com.br

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

nove + dez =