ADVOGADO FLÁVIO FERREIRA: Tenho acompanhado a crise política e institucional que vivemos, e que se arrasta há anos. Penso, ainda, que a crise é bem mais ampla do que a mídia traz. Vejo que se trata de uma guerra pelo poder, bancada pelo grande capitalismo. Fico ainda imaginando o que nossas filhas e filhos irão estudar no futuro, além das mobilizações, quando forem divulgados os encontros secretos a favor e contra. As articulações de como operacionalizar a queda do governo

Flávio Ferreira

Flávio Ferreira

Uma carta ao amigo Gustavo

POR FLÁVIO FERREIRA

Recebi um whatsapp do amigo e advogado Gustavo, que foi meu aluno, o qual vi crescer e se casar dentro da minha casa. Ele me pede pra levar à OAB-MT – da qual estou vice-presidente –  a discussão sobre a ilegalidade da quebra do sigilo bancário da presidente Dilma, ocorrida ontem. E aqui vai meu  inseguro sentimento sobre o que está acontecendo:

Amigo Gustavo, tenho acompanhado a crise política e institucional que vivemos, e que se arrasta há  anos. Penso, ainda, que a crise é bem mais ampla do que a mídia traz. Vejo que se trata de uma guerra pelo poder, bancada pelo grande capitalismo. Fico aqui imaginando qual o erro que o governo atual cometeu? Será que não aceitou negociar com os grandes veículos de comunicação? Ou será que “peitou” alguma proposta financeira, que recebeu daqueles que têm bancado as campanhas políticas há décadas? Ou em que momento a vaidade dos que assinam os cheques no governo disseram não aos seguidos e históricos desvios de verbas públicas?

Você sabe, amigo, que nós que estamos na “base da pirâmide”.Nós, que sustentamos os que sempre estiveram no poder, somos apenas massa de manobra das grandes corporações capitalistas.  Nós, que corremos o tempo todo pra pagar nossas contas, sempre violentados por juros absurdos, temos mais essa conta pra pagar! Os discursos políticos, amigo, são textos decorados pra nos inflamar a ter um lado nessa briga desleal e covarde.  Nossos representantes no Congresso Nacional se valem do adágio popular dos campos de pelada das várzeas da nossa infância: “…do pescoço pra baixo é canela!”

Aqui, vale lembrar a triste frase atribuída ao folclórico político baiano Antônio Carlos Magalhães:  “…na política até boi voa!”Assim, meu amigo Gustavo, parece que o boi está plainando há tempos em Brasília. Fico ainda imaginando o que nossas filhas e filhos irão estudar no futuro, além das mobilizações, quando forem divulgados os encontros secretos a favor e contra. As articulações de como operacionalizar a queda do governo. Quem assumirá? Temer? Eduardo Cunha? Aécio Neves? A volta do criminoso regime militar?… Imagine, amigo Gustavo, que opções temos neste momento? Ou talvez devêssemos refletir: que falta de opção, meu Deus!

E agora, José? Como diria o Drummond…  e agora, amigo Gustavo?! E agora?  O que ainda viveremos? E o que me vem ao coração é a citação do Mestre Jesus que nos ensina “…o escândalo é necessário, mas ai daquele(a) por quem o escândalo vier…” E, meu amigo, penso que a sentença da Dilma foi decretada já faz algum tempo, quando seu governo não aceitou alguma imposição do grande capital, porque nossa história política sempre foi escrita desta forma lamentável.

Sobre seu pedido, meu amigo, pra defender o ato ilegal do Juiz Moro da escuta telefônica na reunião da OAB que teremos amanhã (17/03) votarei com minha consciência e vou aceitar a decisão da maioria. E lá vou sustentar que concordo com você: trata-se de abuso de poder de um juiz e que isso é um risco à democracia. Mas, com o coração aberto e triste, sinto que este escândalo é necessário, pois a vida tem me mostrado que a dor existe para que aprendamos.

Oro para que, nos próximos movimentos deste xadrez político, os jogadores parem de sacrificar os peões – nós consumidores e eleitores – e após abaterem a rainha, (e tomarem o tão cobiçado trono)  deixem de abusar do povo, porque a nossa história apenas começou a ser escrita!

Um beijo pra Heloise, pro Khauan e pra Estela. Saudades, meu amigo.

Flávio Ferreira (no papel de Professor, Acadêmico da AML e vice-presidente da OAB-MT)

Categorias:Cidadania

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 179.217.122.1 - Responder

    Dr. Flávio Ferreira, você acredita mesmo que o governo atual disse não aos desvios de verba pública??

    Não, Dr, Flávio, os comissários petralhas se lambuzaram do e no dinheiro público.

    E para usar sua expressão acima (só pode ser ironia sua), nem a vaidade deles os fizeram dizer não aos desvios.

    Imagine, depois de tudo o que já foi revelado, alguém imaginar que por vaidade eles teriam não aos desvios!

    Disseram sim aos desvios.

    E qual foi a imposição do capital contra a qual a Dilmentira se insurgiu?

    Dr. Flávio, você deveria ter explicitado suas posições antes das eleições para a OAB.

    Se você tivesse deixado clara essas suas posições em favor do Governo do PT, muitos advogados não estariam agora tão arrependidos do voto.

    Parabens, por ter a coragem, ainda que tardia, de explicitar sua opinião.

    Nas próximas eleições estarei mais atento.

  2. - IP 177.132.242.19 - Responder

    Caro indignado,
    Agradeço pelo seu comentário, mas não tenho a pretensão de ter nenhuma certeza, aliás na minha vida sempre tive mais dúvidas do que certezas…
    E sempre estou disposto a voltar atrás quando me vejo equivocado.
    Em relação à OAB-MT, tenho que discordar, pois se você teve a oportunidade de nos ouvir, ou de ler nossas propostas, lá fui claro quanto a minha independência de pensamento e da minha defesa em favor do que é certo e não do que é conveniente.
    Ainda esclareço que não sou defensor do PT, nem votei nele e concordo que é óbvio que houve uma série de desvios de recursos no atual governo, mas também é óbvio que tais desmandos sempre ocorreram nos governos de todos outros partidos que passaram pelo Planalto ao longo da nossa história.
    Posso até errar no que sinto e penso, mas prefiro errar me arriscando naquilo que vejo como JUSTO, a despeito do que é trazido como regras pelas idéias do capitalismo selvagem.
    E encerrando, seria muito bom que vc se identificasse, pois assim poderíamos trocar mais idéias, penso que o aprendizado seria mútuo.
    Um abraço e que o Mestre Jesus o abençoe.

    • - IP 179.217.122.1 - Responder

      Sei, Dr. Flávio Ferreira, o PT disse não aos desvios!

      Então, tá.

  3. - IP 189.59.37.73 - Responder

    Flávio Ferreira, quando é que os petralhas disseram não aos desvios???

    Flávio, não seria melhor o sr. deixar a vice-presidência da OAB/MT para se informar melhor sobre a “natureza” do PT????

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

quinze − cinco =