Administração de Mauro Mendes repete a de Wilson Santos e enfrenta greve dos médicos. “O Prefeito Mauro Mendes se comprometeu em janeiro de 2013 a realizar concurso e empossar 170 médicos, se comprometeu a realizar mutirões de cirurgias, consultas e exames – e até agora nada. As filas de espera só aumentam! Gasta-se 135 mil reais por mês em aluguel do Hospital São Benedito há 1 ano sem receber até hoje nenhum paciente, enquanto o Pronto Socorro está abarrotado de pessoas nas macas e corredores” – denunciam grevistas em carta aberta

medicos greve em cuiaba

 

CARTA ABERTA A POPULAÇÃO À POPULAÇÃO CUIABANA QUE ESTÁ SENDO DISTRIBUIDA PELO SINDICATO DOS MÉDICOS:

“O Sindicato dos Médicos de MT (SINDIMED-MT) inconformado com o descaso da atual gestão com a saúde de Cuiabá, comunica a população que nos dias 15, 21 e 26 janeiro e 03 de fevereiro nós, médicos, estaremos paralisando as atividades por 24 horas, mantendo apenas os serviços de URGENCIA E EMERGENCIA, reivindicando melhorias urgentes na saúde pública, mais segurança, condições de trabalho e melhores salários.

Ocorre que o Prefeito Mauro Mendes se comprometeu EM JANEIRO DE 2013 a realizar concurso público e empossar 170 médicos, se comprometeu a realizar mutirões de CIRURGIAS. Mutirões de consultas com ESPECIALISTAS, como Neurologistas, Cardiologistas, Oftalmologistas entre outros e Mutirões para realizações de EXAMES como Ultrassom, Endoscopia, Teste Ergométrico e ATÉ AGORA NADA. As filas de espera só aumentam!

Gasta-se 135 mil reais por mês em aluguel do Hospital São Benedito HÁ 1 ANO sem receber até hoje nenhum paciente, enquanto o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá está ABARROTADO DE PESSOAS NAS MACAS E CORREDORES.

Hoje o salário do médico contratado pelo município é vergonhoso e para não inviabilizar estas contratações a Prefeitura de Cuiabá implantou vários tipos de gratificações que não são incorporadas ao salário, ou seja o médico que se acidentar e não puder efetivamente atender, receberá apenas o salário base, sem os complementos.

Enquanto nossos médicos da policlínica se desgastam em 24h semanais de trabalho, estrangeiros do programa Mais Médicos recebem o dobro por 32h. Recebemos também muito menos que o Piso Nacional dos Médicos (FENAM) que já é pago em vários Estados do mesmo porte que o nosso: PIAUI, RONDÔNIA e AMAZONAS.

A NOSSA LUTA É POR MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO E PARA RESOLVER OS PROBLEMAS CRÔNICOS DA SAÚDE EM CUIABÁ!

Por isso vimos pedir o apoio da população e alertar a todos o que a Policlínica do Coxipó corre o risco de ser fechada pela Prefeitura de Cuiabá quando for inaugurada a UPA do Pascoal Ramos, da mesma forma que por falta de mobilização da população ocorreu o fechamento da Policlínica do CPA e parte da Policlínica do Planalto.

Convocamos toda população a somar forças nesta luta, pois Saúde é um direto, e direito nosso não abrimos mão!

 

Sindicato dos Médicos de Mato Grosso

1 Comentário

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.193.154.32 - Responder

    O Mauro Mendes é, tal qual foi Wilson Santos, um grande engodo para nós, cuiabanos. Acreditamos, infelizmente, em todas as suas lo rotas. Agora,estamos nesse mato sem cachorro! Por que será que os gestores eleitos, com os nosso votos, fazem de tudo CONTRA NÓS???

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

dois × dois =