TCE - NOVEMBRO 2

ADAMS E O TRE – Vôte, que Corte, meu Deus, que Corte!…

 

Ademar Adams, jornalista em Mato Grosso

Tribunal Eleitoral – Vôte, que Corte, meu Deus, que Corte!…

 por ADEMAR ADAMS

Mais um dia de trapalhadas na nossa digníssima corte eleitoral. Nesta quinta-feira (14) esteve novamente na pauta um processo contra o multiprocessado Zé Riva, com lances que causam indignação.

Uma denúncia do Ministério Público, ainda da eleição de 2006, foi apenas parcialmente aceita. Apenas o juiz estadual Francisco Mendes e o federal Pedro Francisco acataram integralmente a denúncia. Já o juiz Sebastião Arruda e os advogados Pozetti (decepção) e Dália (normal), acataram apenas em parte a denúncia.

Porém o mais tragicômico foi o voto do desembargador terminal Ferreira Leite, um pato ferido que logo vai cair mas ainda dá o último suspiro em favor de Riva: rejeitou integralmente a denúncia.

Para quem não se lembra, ainda pode ver no YouTube (ostras e parasitas) a famosa fábula da ostra, no discurso do quase-ex-magistrado, numa das posses do Baixinho na Assembléia, dizendo que o deputado era uma santo, perseguido por suas obras.

O que eu não entendo é como é que o Ministério Público Eleitoral (MPE) nunca pediu a suspeição deste vogal para os processos envolvendo Zé Riva, pois, no Tribunal de Justiça já teve caso em que Ferreira Leite se declarou suspeito.

Quanto aos demais, que vem mostrando tendência a votar em favor de Riva, que se preparem. A sociedade civil organizada, por meio de dezenas de entidades estão preparando um manifesto que será entregue à presidente Dilma pedindo que ela não aprove o nome de alguns advogados indicados. E mais, vão denunciar à sociedade os apoios políticos dados a estes que desmerecem a Justiça Eleitoral.

O que nos deixa indignado é que, mesmo vivendo num tempo de muita luta contra a corrupção, nos tribunais eleitorais ainda tem gente querendo se dar bem.

Temos alguns exemplos que nos envergonham profundamente. Relembro a cassação do prefeito de Ribeirão Cascalheira, Francisco de Assis, Diá, cassado numa treta armada pelos donos da cidade, mancomunados com as autoridades, na qual o próprio MPE embarcou.

Aí recentemente, cassaram o Zé do Pátio, prefeito de Rondonópolis, por causa de meia dúzia de camisetas. Logo depois, com provas contundentes, inocentaram o governador Silval Barbosa. Nesse caso, o voto do juiz federal Pedro Francisco, escancarou as irregularidades, mas os outros cinco caititus, aplaudiram a imoralidade.

Que Corte meu Deus, que Corte….

 

 

Ademar Adams é Jornalista em Cuiabá, Mato Grosso

8 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    E TRABALHAR QUE É BOM, PARA JUSTIFICAR O “HOLLERITH”, NADA,,,,,,,,,

  2. - Responder

    Mas e aí Ademar , e a aliança do pt( partido dos traidores) com o cínico maluf . Tem algo a dizer?

    • - Responder

      Caro Roberto: Deves diriger esta pergunta ao PT, não a este jornalista que nunca foi filiado a este partido. Agora, como cidadão respondo sim. esta aliança do PT com o Maluf, é até normal, pois o PP (partido dos porcarias) é aliado od governo do PT. Agora, que é uma pouca vergonha, isso é. Bem faz a Erundina em abandonar a candidatura á vice-prefeita. Maluif, como Riva, deveria estar na cadeira.

      • - Responder

        Aááááá bom , sei que vc é um bom pedetista , mas é que a maioria dos sindicalistas insiste em defender esse nefasto pt(partido dos traidores) , que me parece não ser o seu caso; oque me dá um grande alento. Respeito sua luta contra os corruptos deste estado através da ONG Moral e por isso lhe dirigi a pergunta. Alvíssaras.
        Fraternal abraço.

        • - Responder

          Obrigado Roberto. Mas devo dizer ainda que fui pedetista. Há muito anos não sou filiado a partido nenhum. Mas continuo brizolista.

  3. - Responder

    Muito atuante o Ademar… trabalhar que é bom…
    E com o nosso dinheiro público, né?!

  4. - Responder

    Trabalhar nem pensar e olha que já quer aposentar !!!!!!!!!!!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. - Responder

    Parabéns Ademar! Como de praxe, a argúcia do texto contrasta com a inópia dos mesmos comentaristas de sempre. Nada de análise do mérito de suas importantes observações acerca da obtusa conduta da corte eleitoral mato-grossense.
    Mas não se preocupe, pois esses que o criticam por lutar por uma sociedade mais limpa e justa são os mesmos que assombram Fábio Pannúnzio e a maioria do povo brasileiro por elegerem em Mato Grosso políticos como: Riva, Bosaipo, Sérgio Ricardo, Walter Rabello, etc.
    Sobre o texto, urge a mudança da composição dos Tribunais Regionais Eleitorais, pois não é mais possível que tenhamos magistrados estaduais atuando nessa corte. É imperiosa essa alteração já que são muitos os interesses estaduais em jogo e esses magistrados estaduais sofrem toda essa influência. Obviamente, os juízes federais também estão sujeitos à elas, mas em muito menor grau e quando ocorre a correção é imediata, vide o caso do magistrado que estava à frente da Operação Monte Carlo, do Carlinhos Cascata, ops! Cachoeira.
    Sobre a aliança de Lula com Maluf é lamentável, mas pergunte ao lado de quem esteve esse Riva paulista durante os quase 20 anos de governo do PSDB em São Paulo? É impressionante a cara de pau da tucanalha ao criticarem essa aliança agora! Faça-me o favor!!!!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

10 − sete =