PREFEITURA SANEAMENTO

ADEMAR ADAMS E O CONFRONTO DE IDÉIAS: Foi um golaço da Band Mato Grosso. O jovem Alexandre Aprá me pareceu que se saiu muito bem. O advogado Mahon, no seu estilo “marronzinho paz e amor”, bajulava os demais debatedores e as autoridades em geral, falava calmo e queixava-se da agressividade do Enock. O vereador Maurélio distribuía sorrisos quando recebia as bordoadas, como se estivesse no Olimpo e os deuses estão acima do bem e do mal. Enock Cavalcanti alternava intervenções com falas mansas e momentos de impulsividade. Não poupou críticas aos impedimentistas dizendo que Mahon tinha abandonado a mentalidade de açougueiro humilde, para se tornar machista depois que passou a pertencer à elite pois seus ataques a Dilma eram mais por machismo. VEJA O PROGRAMA NA ÍNTEGRA

ENOCK APRA MAHON E MAURELIO NO CONFRONTO DE IDEIAS

Um golaço da Band Mato Grosso
POR ADEMAR ADAMS

O debate promovido na noite desta quarta-feira (06.04) pela TV Cidade Verde foi uma iniciativa importante para se discutir sobre o tema político do momento, que é a tentativa de impeachment da presidente Dilma.

A TV Band em Cuiabá convidou para fazer a defesa da presidente os jornalistas Enock Cavalcanti e Alexandre Aprá e para defender o impedimento de Dilma, o advogado Eduardo Mahon e o vereador do PSDB, Maurélio Ribeiro.

O debate começou tímido, mas aos poucos esquentou e teve momentos bem animados. A plateia, com maior número de convidados dos apoiadores do golpe, manteve-se silente. Isso foi bom, porque assim o debate não foi atrapalhado em nenhum momento. Mas que tive ganas de contestar umas bobagens, ah tive.

Não dá para dizer que houve vencedores e nem vencidos. Acho que ganhamos todos. Claro que os adversários da presidente vão dizer que o advogado e o vereador estiveram melhor; já os favoráveis a ela dirão que os jornalistas arrebentaram.

Eu vou falar aqui o que senti e do que gostei e do que não. Outros que venham manifestar sua opinião e assim vamos ampliando o debate.

O jovem jornalista Alexandre Aprá me pareceu que se saiu muito bem. Começou nervoso, era seu primeiro debate, mas aos poucos foi fazendo suas interferências com calma, com informações e argumentos fortes.

Seu foco foi reafirmar a importância do combate à corrupção, mas combate amplo e efetivo. Pontuou que a mídia tem focado só no PT, como se este fosse o único partido que rouba, como se todos os males do Brasil tivessem começado com o Lula na presidência.

O advogado Mahon, no seu estilo “marronzinho paz e amor”, bajulava os demais debatedores e as autoridades em geral, falava calmo e queixava-se da agressividade do Enock. Disse da sua origem humilde, da atividade de açougueiro quando estudante de Direito e defendia sua atual ostentação de riqueza, dizendo que ficou rico honestamente.

Ficou devendo um argumento jurídico original para o impeachment. Foi agressivo com Lula e Dilma chamando-os de bandidos e criminosos e tentou, usando a fala de um dirigente de entidade social, criminalizar os movimentos sociais e causar temor na população. Afirmou que existe total liberdade de imprensa no país…

Seu momento de glória foi quando rebateu Enock Cavalcanti, dizendo que embora o jornalista o atacasse a toda hora, já tinha advogado para ele em ação proposta por Blairo Maggi e que o faria de novo e de graça se o jornalista precisasse.

Enock Cavalcanti alternava suas intervenções com falas mansas e momentos de impulsividade. Não poupou críticas aos impedimentistas, dizendo, por exemplo que Mahon tinha abandonado a mentalidade de açougueiro humilde, para se tornar machista depois que passou a pertencer à elite, pois, seus ataques a Dilma eram mais por machismo. Argumentou que o impeachment por causa da tais pedaladas fiscais era absurdo e indevido.

Maurélio foi tachado pelo jornalista de membro da oligarquia cuiabana, que tinha cabide no Tribunal de Contas, onde o pai dele foi Conselheiro. Recebeu pau também por se calar como vereador, tanto nas acusações de corrupção dos colegas tucanos, quando nos erros do prefeito de Cuiabá.

O ponto alto de Enock, foi quando provocou a imprensa cuiabana, que é seletiva nas questões de corrupção. Acusou o dono do grupo Gazeta, denunciado pelo Ministério Público, e lamentou o fato dele ser protegido pelos demais veículos. Proteção que também teria Blairo Maggi, cujos assessores e seu sucessor estão na cadeia, enquanto ele posa de golpista participando de atos contra o governo que até ontem defendia.

O vereador Maurélio distribuía sorrisos quando recebia as bordoadas, como se estivesse no Olimpo e os deuses estão acima do bem e do mal. Suas interferência foram fracas. Fez uma lista dos males deixados pelos governos petistas, que teriam estragado tudo o que FHC fizera de bom. Visão com o carimbo de quem foi criado com toddynho e motorista na porta.

Sobre este debatedor devo dizer que quando vi seu nome antes do debate, não sabia quem era ele, nem que era vereador. É que desta legislatura da “casa dos horrores”, que elege o presidente que tem, procuro nem me informar para não intoxicar meu fígado. Nem sabia que era filho do conselheiro , crescido à sombra da ilibada família Campos, jamais denunciada por qualquer ato de corrupção.

Assim foi que eu vi o debate, ali da zona do agrião. Certamente os coxinhas vão me acusar de peteba, comunista e outras coisas agradáveis. Claro que a maioria são anônimos, gente sem brio nem coragem. Mas meus leitores cativos, do que lhes sou grato.

Podem dizer e com razão que sou amigo do Enock e do Aprá. É verdade. Comungamos de muitas ideias, divergimos cordialmente noutras.

Podem dizer que não gosto do Mahon. É verdade também. Desgosto desde os tempo em que ele defendia o tempestuoso coronel Lepesteur, era seu ofício, mas o fato dele comparar, em artigos nos jornais, aquele cliente com o Capitão Dreyfus, um herói na França… Até apelidei ele de Zola Pantaneiro…

Mas não nego que como presidente da Casa de Barão de Melgaço, Mahon fez um ótimo trabalho, tirando a Academia do esquecimento e levando para compô-la importantes membros da nossa cultura que estavam distantes.

E por fim devo dizer que a TV Cidade Verde presta o importante serviço à sociedade promovendo estes debates. Oxalá todos os canais de TV fizessem o mesmo. Tanto tempo que gastam com xaropadas tipo BBB, cadeia neles, e bispotes achacadores…

Parabéns à Band Mato Grosso e ao apresentador Jacques Khalil por este golaço de comunicação.

ademar adams

————-
Ademar Adams é Jornalista em Cuiabá

6 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 179.145.62.47 - Responder

    Obrigado Ademar. Discordar e criticar é muito saudável.

  2. - IP 187.33.36.10 - Responder

    Quem defende corruopto e safado e’ coorupto e safado.Simples assim!

  3. - IP 191.166.110.235 - Responder

    Ademar, lendo a matéria anterior, lembro da cruzada implementada por você, enock, e tantos outros colaboradores desse site, contra as roubalheiras praticadas pelo Riva…
    Ai vejo as defesas feitas por vocês em relação as roubalheiras petistas desde a época do mensalão, e agora colocam os larápios do petrolão como injustiçados…
    Me vem o questionamento: Se o Riva fosse filhado ao PT, ao seu ver, as roubalheiras por ele praticadas seriam perdoadas, seriam justificadas, e Riva seria um perseguido como esta sendo a Dilma? Se Silval fosse petista estaria prezo injustamente?
    Sempre pensei que ladrão fosse ladrão independente do P a qual se filia… Agora, não vejo o por que da simpatia com certos ladrões que escapam da esfera dos milhões praticadas no nosso estado, para adentrar aos Bilhões, e estes por vocês são defendidos… Não entendo essa logica…

  4. - IP 187.123.4.235 - Responder

    Marcio Frederico , tenho a mesma impressão que voce . Quem defende essa RATAZANA que diz governar o país , tem esse lado meio triste que é defender oque lhe convém. Nossa política está em fase terminal e não há um só partido que não tenha corruptos ; o pt é somente na atualidade o partido que mais tem deles , mas a verdade é que todos tem . Oque me deixa perplexo é gente que diz defender a democracia , mas quando é o partido deles que está sendo acossado pela corrupção , aí é golpe.

  5. - IP 177.193.157.39 - Responder

    Muito obrigado pelas palavras, Ademar. Temos que estimular as pessoas a questionarem o discurso único e se informarem melhor.

    • - IP 191.33.164.59 - Responder

      Principalmente vce e o Ademau.precisam urgentemente se informarem melhor!

Deixe uma resposta para Osmir    ( cancelar resposta )

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

11 + 10 =