A greve do Sintep continua por tempo indeterminado. E questionando, cada vez mais, privatização das escolas, pretendida por Zé Pedro Taques.

greve do sintep continua na pagina do e

Foi assim: o ginásio da Escola Presidente Médici, em Cuiabá, esteve mais lotada do que nunca. Gente de pelo menos 50 municipios, se juntando para mais um protesto coletivo contra o atual governador de Mato Grosso, Zé Pedro Taques, e sua tucana política de arrocho.

Em meio à luta contra o arrocho, o que se mais falou foi contra a privatização das escolas, escamoteada sob a proposta de Parcerias Público Privada pretendidas por Zé Pedro.

Contra o governador, que anda pelo interior, dizendo que o Sintep mente ao dizer que ele quer privatizar escolas, o presidente do Sintep, professor Henrique Lopes, lançou um desafio: que o tucano aceita debater com ele a proposta de PPPs, para que a sociedade mato-grossense possa conferir quem é que está mentindo, de fato, sobre essa questão de privatização.

Esta semana os trabalhadores da Educação vão reforçar seu acampamento diante do prédio da Seduc, no Centro Politico e Administrativo, enquanto aguardam que o Governo do Estado melhore sua proposta.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

18 − 15 =