A Gazeta errou ou fez campanha? O fato é que vitória de Wallace levanta, mais uma vez, suspeita sobre pesquisas e sobre jornal do Dorileo Leal

Na redação do jornal A Gazeta, acredita-se, o clima é de “o que é que eu vou dizer em casa”. O final de semana foi funesto para o jornal dirigido por Dorileo Leal. Suas manchetes sobre pesquisas eleitorais em Várzea Grande e Cuiabá, deixaram muita gente com a pulga atrás da orelha. Em VG, as urnas contrariaram duramente os prognósticos de A Gazeta e deram vitória ao médico Wallace Guimarães. O candidato a prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes – que segundo A Gazeta tinha tudo para perder no primeiro turno -, depois da divulgação dos resultados, passou a espernear contra a existência de uma pretense  “indústria das pesquisas”, em Mato Grosso. Confira o noticiário. (EC)

 

“Nunca baixei a cabeça para pesquisas”, diz eleito
Wallace Guimarães é o novo prefeito de Várzea Grande com mais de três mil votos de vantagem.

Aline Coelho  / Várzea Grande – MT
TURMA DO EPA

Uma nuvem de câmeras e populares animados anunciavam a chegada do prefeito eleito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (PMDB) ao Centro de Eventos do Hits Pantanal Hotel, as 20h05 desse domingo, 07/10.

Graças a estatura ele quase não podia ser visto, e os gritos de vereadores eleitos pela mesma coligação do pemedebista e cabos eleitorais praticamente não o deixava ser ouvido também. A aglomeração ao redor do novo prefeito da cidade pode dar uma idéia das comemorações que se seguiram.

“Existem pesquisas sérias, mas existem pesquisas feitas para tendenciar. Nunca baixei a cabeça para pesquisas”, afirmou Wallace Guimarães. Eleito com 35,14% dos 134.727 votos válidos, o prefeito emendou “pesquisa às vezes articula para cima, às vezes para baixo, a população já sabe discernir”.

Completou que venceu aquele que a população achou o melhor e por uma diferença mínima, e que o povo votou com o coração.

Compromissos

Ainda na entrada do Centro de Eventos, Wallace reafirmou compromissos anunciados durante a campanha eleitoral, “as prioridades são saúde e saneamento básico”. E ainda afirmou que no dia 1º de janeiro de 2013 já estará valendo o passe livre para estudantes em Várzea Grande.

Segundo o eleito, entre os objetivos de sua gestão está fazer de Várzea Grande uma cidade mais próspera, gerar emprego e renda, trabalhar a economia de mercado e “dar” um choque de capitalismo.

O pemedebista não se esqueceu do correligionário, o governador Sival Barbosa – que não esteve no lançamento de sua candidatura, para comparecer a de Lúdio Cabral (PT), que tem o também pemedebista Francisco Anis Faiad como vice – , agradeceu ao apoio dele, da presidente Dilma Roussef (PT) e dos deputados estaduais.

“Quem ajuda a ganhar ajuda a administrar, mas tem que ter perfil técnico”, destacou. E finalizou com um “agora vamos trabalhar!”

Apuração

Poucos minutos antes da cinco da tarde, caminhões bloqueavam a passagem de carros no estacionamento do Hits Pantanal Hotel, local onde seriam apurados os votos de Várzea Grande. Além dos veículos, cones, faixas e na porta principal do local dezenas de policiais militares e policiais da força tática  intimidavam o avanço de pedestres sem credenciamento.

O relógio passava das 17h e nenhuma informação chegava ao local de apuração. De acordo com assessoria do TRE, o atraso era creditado aos eleitores que não abandonaram a prática de ir às urnas nos últimos minutos, o que gera dois motivos para reclamação, as filas nas seções eleitorais e o atraso do resultado.

Às 17h30 foi aberta a primeira urna e nesta o candidato Wallace Guimarães já despontara com 40% dos poucos votos válidos apurados, este primeiro balanço predizia o resultado divulgado três horas depois.

Enquanto pessoas se aglomeram dentro e fora do Centro de Eventos, e equipes de rádio, tevê, jornal e sites se mantinham atentas as pequenas letras dos telões onde eram gerados os números, a apuração caminhava lentamente, sendo que até as 18h, apenas 6% das 480 urnas tiveram os resultados divulgados.

Mesmo com a lentidão na divulgação dos dados, a adrenalina já tomava conta dos presentes, com alguns momentos de stress, a maioria gerada por “folgados” parados em frente ao telão, e muitas palmas e “uhs!” simbolizando quando os “embolados” Wallace e Lucimar passavam o opositor, enquanto Tião da Zaeli se posicionava à margem do páreo.

Em outros momentos, os três candidatos apareciam empatados. Com uma hora de apuração e 40% das urnas foram apuradas, Lucimar, Wallace e Tião estavam com 17 mil votos, sendo o atual prefeito o mais distante com 300 votos, atrás dos demais.

As 18h30 fogos eram ouvidos partindo do comitê de deputado estadual, as informações que chegavam ao Centro de Eventos era que boca de urna do candidato o dava como eleito, no entanto, supostos números de outros proponentes também os faziam entrar no clima de “já ganhou”.

Quinze minutos depois, Wallace abria mais de mil votos a frente da democrata e três mil do pessedista. Depois disso, a contagem embalou, chegando a 83% das urnas apuradas e o “doutor” aumentara vantagem para 2.250 votos.

Às 19h o sistema travou enquanto Cuiabá tentava atualizar os votos do candidato petista Lúdio Cabral. Cerca de 20 minutos depois o sistema voltou ao ar, mas não atualizou.

Às 19h35, era avisado a todos que o problema seria resolvido e segundos depois  os telões apresentavam a atualização, com 99% dos votos atualizados, gritos e animação, televisões e rádios entravam ao vivo com a notícia: Wallace Guimarães é o novo prefeito de Várzea Grande.

Em menos de 10 minutos restaram apenas metade das pessoas que antes lotavam os salões do Hotel, e uma hora depois as cadeiras já eram recolhidas enquanto do lado de fora bandeiras e o jingle “chiclete” de Wallace tomavam conta das cercanias do Hotel e da Avenida Artur Bernardes, se misturando a babel costumeiramente causada pelos veículos e “baguncinhas” da região.

Presenças

O primeiro candidato a chegar ao local foi Edson Ribeiro, as 17h, mais tarde juntaram-se ao grupo dos derrotados Miltão e Nicinha, vice na chapa de Tião da Zaeli. O marketeiro do pessedista, Cláudio Cordeiro, também passou pelo lugar, mas entrou mudo e saiu calado, além de alguns candidatos a vereadores e seus representantes querendo se atualizar das informações. Já Lucimar Campos manteve a postura que teve durante toda a eleição, se escondeu. Wallace chegou aclamado como novo prefeito, alguns dos “seus” parlamentares eleitos, cabos e colaboradores estavam ou chegaram lá, com o novo prefeito e seu vice, Wilton Coelho.

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - IP 177.26.235.3 - Responder

    TA NA CARA QUE PPESQUISAS ELEITORAIS SÓ SERVEM PARA ARREGIMENTAR OS ELEITORES INDECISOS, POIS, INFELIZMENTE, AINDA TEMOS AQUELES QUE VOTAM EM QUEM VAI GANHAR. FICOU CLARAMENTE DEMONSTRADA A MANIPULAÇÃO DESSES INTITUTOS DE PESQUISAS. O GAZETA DADOS CHEGOU AO CUMULO DE ASSUMIR QUE ERROU EM TODOS OS PROGNÓSTICOS. POR INCOMPETENCIA OU MÁ FÉ??? A MEU VER, A JUSTIÇA ELEITORAL DEVERIA COIBIR ESTE TIPO DE MANIPULAÇÃO E NAO A LIVRE MANIFESTAÇÃO DAS CAMPANHAS ELEITORAIS. ABAIXO AS PESQUISAS DE CUNHO ELEITOREIROS!!!

  2. - IP 201.49.165.95 - Responder

    Parabens, Dr Walace venceu pela sua humildade.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

18 + dezoito =