gonçalves cordeiro

A DOR DOS JORNALISTAS NÃO SAI NO JORNAL: Com 4 meses de salários em atraso, jornalistas do Diário de Cuiabá estão em greve. Roberto Boaventura, professor da UFMT, participa do esquema fura-greve

Gustavo Capilé é o diretor de redação do Diário de Cuiabá, o mais tradicional matutino da capital de Mato Grosso

Gustavo Capilé é o diretor de redação do Diário de Cuiabá, o mais tradicional matutino da capital de Mato Grosso

A gestão administrativa do Diário de Cuiabá parece mesmo que não tem jeito.  O jornal, que é o mais tradicional em circulação neste Estado de Mato Grosso, continua mergulhado em crise financeira sem precedentes.

Desde a quarta-feira (12), repórteres da editoria de política e cidades deflagraram greve geral. O motivo é rotineiro mas não deixa de ser trágico: 4 meses de salários em atraso.

Os profissionais só aceitam negociar com a direção do jornal na presença de representantes do Ministério Público do Trabalho  (MPT).
Enquanto isso, o diretor de Redação e um dos proprietários da empresa, Gustavo Capilé (foto) segue improvisando, na edição do jornal, aproveitando releases e artigos sem fim. Curioso: um artigo do professor Robertinho Boaventura, feroz ativista quando se trata das atividades grevistas da Adufmat na UFMT, publicado nesta sexta-feira, na página do Diário, na internet, vai ajudando o esquema fura-greve no Diário

Cético, em post no Facebook, o advogado Marcos Dantas, do Sindicato dos Jornalistas, encarregado da defesa judicial dos jornalistas da redação do Diário, especula que a crise do Diário talvez tenha a ver com o “fim da imprensa escrita no papel”, neste Estado de Mato Grosso.

Triste imagem mas é a imagem que se impõe, do Diário de Cuiabá, como um cadáver midiático que, não se sabe bem por que, ainda dá as caras, vez por outra, nas bancas de jornais.

Categorias:Imprensa em debate

4 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    AOMDE ESTA OS MILHÕES QUE O GUSTAVO E JOÁO PESRO MARQUES MANDARAM PARA UM PARAISO FISCAL. FRUTO DE ESQUEMA SECOM NO GOVENO MAGGI? TRAS DE VOLTA UM POUCO PRA PAGAR FUNCIONARIO. GUSTAVO VIAJA QUASE TODO FIM DE SEMANA PRA FORA, E PELO MENOS A CADA DOIS MESES PRO EXTERIOR, TA NANDANDO EM DINHEIRO.

  2. - Responder

    Muito triste isso. Ao que parece esse tradicional orgão da midia impressa cuiabana, não se preparou para enfrentar os novos tempos de mídia eletrônica já em amplo curso.

  3. - Responder

    DC já foi levado milhares de vezes aos órgãos responsáveis pela punição de irregularidades trabalhistas de toda ordem. Pergunta se resolveu? Não.

  4. - Responder

    Muito triste isso. Não só pela situação dos jornalistas, mas também do Jornal, que é importante para manter concorrência com o poderoso jornal a GAZETA.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.

4 × um =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.